Carregando…
  • ADMINISTRAÇÃO DE VACINAS

    VACINAÇÃO Os cães estão sujeitos a um grande número de doenças que podem e devem ser prevenidas e a forma de dar essa “prova de amor” aos nossos amigos é não descuidar das vacinas. Um bom programa de vacinas deve começar pela administração: sempre procure um veterinário e não se deixe levar para conversa do vendedor que […]

  • MICROCHIPAGEM

    SISTEMA DE IDENTIFICAÇÃO ANIMAL Existem várias formas de identificação de animais, que variam com a espécie, os cães apresentam várias opções tais como coleira com plaqueta, tatuagem e mais recentemente por implante de microchip. MICROCHIP             O Microchip é um micro circuito eletrônico contendo um código único e inalterável, inserido em uma […]

  • ATESTADOS PARA VIAGENS

    TRANSPORTE INTERNO Para o transporte interno de cães e gatos, é necessário apenas o atestado de saúde assinado por veterinário habilitado, que deve atentar para a assiduidade da vacinação antirrábica. A acomodação dos animais de companhia em viagens aéreas, terrestres ou marítimas é definida pela empresa responsável pelo transporte. As exigências variam e o animal […]

  • EXAMES LABORATORIAIS

    COLETA DE SANGUE PARA EXAMES HEMATOLÓGICOS EM GERAL COLETA DE FEZES PARA EXAME COPROPARASITOLÓGICO COLETA DE MATERIAL PARA EXAME MICROBIOLÓGICO

  • GUARDA RESPONSÁVEL

    A guarda responsável de animais de estimação é apontada por especialistas como uma das medidas mais eficientes para evitar o abandono dos bichos. A partir do momento que você adota um animalzinho, ou até mesmo compra um, você passa a ser o responsável por ele, pelos cuidados veterinários que há de precisar, pela alimentação, pela […]

  • ADOÇÃO DE ANIMAIS

    Uma boa parte dos homens busca adquirir animais de companhia ou de estimação o que muitas vezes se torna um problema pela falta de preparo para mantê-los numa condição digna de vida, e o destino de muitos tem sido o abandono. Há muitos animais abandonados que necessitam de amor e carinho. Nós precisamos ter a […]

  • CONTROLE DE ENDO E ECTOPARASITAS

    PARASITOSES DE CÃES E GATOS 1- CONTROLE DE ENDOPARASITAS  DANOS CAUSADOS À SAÚDE: Comprometimento na digestão e absorção dos alimentos Menor aproveitamento dos nutrientes Falta de apetite Perda de peso Fraqueza Pêlos eriçados e sem brilho Aumento de volume e dor abdominal Vômitos e diarréia (obstrução) Anemia COMO OS ANIMAIS PODEM SE INFECTAR ? Ingestão […]

  • TRATAMENTO DE CÁLCULO DENTAL

    TRATAMENTO DE CÁLCULO DENTAL (TÁRTARO) São cálculos formados a partir da placa bacteriana, mineralizada por elementos da saliva, produtos bacterianos e resíduos orgânicos dos alimentos. CAUSAS: *Fornecimento de dieta macia (comida caseira ou rações úmidas) sem uso contínuo de produtos de mastigação, ausência de dentes antago-nistas. Há ainda a tendência individual e características anatômicas predisponentes […]

MALTRATAR ANIMAIS É CRIME!
DENUNCIE A POLÍCIA – LEI FEDERAL Nº. 9.605/98

Se você presenciar qualquer animal sendo maltratado, você deve denunciar pessoalmente na Delegacia de Polícia Civil Especializada ou mais próxima, ou na Promotoria do Meio Ambiente. Não se Omita!

Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba
Telefone: 156

Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente | DPMA – Curitiba
Rua Erasto Gaertner, 1261 – Bacacheri
dpma@pc.pr.gov.br
Telefone: (41) 3356-7047

Batalhão da Polícia Ambiental do Paraná – Força Verde
Telefone: 0800 643 0304

Superintendência do Ibama
Telefones: (41) 3360-6100 e (41) 3263-4583

 

Casos que caracterizam maus-tratos:

  • Envenenar animais;
  • Manter animais em locais sem as básicas condições de higiene e sem luminosidade;
  • Manter animais confinados em locais pequenos, desproporcionais ao porte do animal ou que restrinjam a um mínimo sua movimentação;
  • Manter animais permanentemente presos a correntes;
  • Golpear, ferir, torturar e/ou mutilar animais;
  • Utilizar animais em espetáculos que gerem pânico, estresse ou sofrimento;
  • Agredir fisicamente animais indefesos;
  • Abandonar animais;
  • Não proporcionar alimentação e água com regularidade necessária para a manutenção da saúde do animal, bem como não procurar um médico veterinário se o animal adoecer, etc.

Não pense duas vezes: vá à delegacia mais próxima para lavrar boletim de ocorrência ou, na dúvida, no receio, compareça ao fórum para orientar-se com o Promotor de Justiça. A Denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal n.º 9.605 de 1998 (Lei de Crimes Ambientais).